Página Inicial
Página Inicial
Notícias
Opinião
Autarquias
Documentos
Foto Galeria
BEja no Facebook
Newsletters
Newsletter do BEja






Adere ao Bloco
Adere ao Bloco 
Sites do Bloco
Site do BE
Site do Grupo Parlamentar
Site do Grupo Parlamentar Europeu
Site do BE nas Autarquias

Comunicado sobre evacuaçoes no parque nomada
07-Ago-2017

  

 

Sample Image

 

Coordenadora Distrital

 

BEja

Comunicado – 2017/08/07

 

Políticas sociais inclusivas

 

Não à xenofobia e à discriminação étnica

 

 

A Coordenadora Distrital de Beja do Bloco de Esquerda manifesta preocupação face aos atos de discriminação contra a comunidade cigana que se vêm repetindo no Alentejo.

  1. O Presidente da Junta de Freguesia de Cabeça Gorda, Álvaro Nobre, invocou falsamente o regulamento do cemitério para impedir a realização do velório e do funeral do cidadão José António Gaspar Garcia, eleitor n.º 2969 daquela freguesia onde vivia há dois anos, segundo Atestado de Residência assinado pela próprio Presidente da Junta. 

    O Bloco de Esquerda condenou este ato discriminatório, através de um voto de repúdio aprovado pela Assembleia da República, mas nunca quis transformá-lo numa questão partidária. Saudámos, aliás, a atitude humanista do Presidente da Junta da União das Freguesias de Salvada e Quintos, Sérgio Engana, também eleito pela CDU, que rapidamente disponibilizou uma alternativa digna para o funeral deste cidadão.

  2. É com enorme preocupação que o Bloco de Esquerda tomou conhecimento da notificação enviada pela Câmara Municipal de Beja, assinada pelo seu Presidente João Rocha, às dezenas de famílias residentes no acampamento junto ao parque nómada, intimando-as a levantarem as tendas até 10 de Agosto, sob pena de execução coerciva, numa ameaça pouco velada de intervenção policial.

    O "parque nómada" foi criado há mais duma década, por iniciativa da própria Câmara de Beja, para realojamento de famílias que viviam em barracas junto ao Bairro da Esperança. Entretanto o "parque" foi crescendo e transformou-se num gueto, perante a passividade da Câmara que agora decreta o despejo de dezenas de famílias, sem alternativa, pondo em causa até a frequência escolar das crianças aí residentes.

    Não se resolvem problemas sociais "enxotando" comunidades para uma vida nómada, à semelhança do que fez o salazarismo durante quase 50 anos. É inaceitável a ameaça de recurso à violência policial contra uma comunidade, incluindo crianças, mulheres e idosos.

  3. O BE apela em tempo útil à Câmara de Beja para que suspenda estas notificações e a ação executiva marcada para 10 de Agosto. Uma autarquia de esquerda não pode invocar "a lei (em abstrato) contra a grei", na senda da campanha xenófoba do candidato do PSD em Loures, André Ventura.

    A alternativa à repressão é fomentar políticas sociais inclusivas, em particular no domínio da habitação, de forma garantir a integração das diversas comunidades - objetivo repetido pelo governo, nomeadamente pela Secretária de Estado para a Cidadania e a Igualdade.

    O BE está disponível para contribuir para a concretização destas políticas sociais, não só nas autarquias mas desde já, no quadro da discussão do Orçamento de Estado para 2018.


 

 


 
CATARINA MARTINS NO DISTRITO DE BEJA
09-Mar-2015
 Bloco apoia manifestação da CGTP em 7 de Março 

Em Beja, concentração às 11 horas junto à casa a Cultura, seguida de desfile até ao Jardim do Bacalhau
 
cgtp_7marco.jpg  

 
Campanha Anti-Austeridade
nao_tratado.jpg
 
 

 

 

 

 

 

 

 

 

Subscrever a petição e ler panfleto  anti-austeridade

   

catarina_martins.jpg

Catarina Martins no distrito de Beja

9 Março 2015

No âmbito da campanha nacional contra a austeridade e de impulso à petição pela desvinculação de Portugal do Tratado Orçamental, a porta-voz nacional do Bloco de Esquerda estará no distrito de Beja na segunda-feira, 9 de Março.

                                                                                   Programa da visita

13.00 – 14.00 - Portaria da Somincor – contacto com trabalhadores na mudança de turno, com distribuição do folheto anti-austeridade e recolha de assinaturas.

16.30 – Visita ao Centro Social do Bairro da Esperança, em Beja, seguida de contacto com a população do bairro e convívio às 18.30 h. 


 
Saude (s)em rede
21-Fev-2015

A Coordenadora Distrital de Beja do Bloco de esquerda tem a honra e o prazer de convidar toda a população a estar presente e a participar no debate sobre o estado da saúde no distrito de Beja. A realizar no próximo Sábado dia 21 de Fevereiro no auditório da Biblioteca Municipal de Beja

Acede aqui à intervenção de abertura de José Pedro Oliveira, à apresentação feita pelo médico João Lemos e a questões suscitadas no debate, algumas das quais serão colocadas ao Ministro da Saúde na audição parlamentar  do próximo dia 11 de Março 2015. 

 

Coordenadora Distrital de Beja do Bloco de Esquerda

bloco.jpg

SAÚDE SEM REDE

saude_em_rede.jpg
 
Debate sobre o estado da saúde

Sábado – 21 Fevereiro – 15 horas

Auditório da Biblioteca Municipal de Beja

Mesa

MÁRIO DURVAL – Presidente da AG da Associação de Médicos de Saúde Pública Conselho Regional do Sul da Ordem dos Médicos – Delegado de Saúde do Arco Ribeirinho do Tejo – Diretor do Centro de Saúde em Aljustrel nas décadas 1980/90

JOÃO LEMOS – Presidente da Comissão de Farmácia e Terapêutica da ARS Alentejo Coordenador da Sub-Região de Saúde de Beja (1995-1999) – Vogal do Conselho de Administração da ARS do Alentejo (1999-2002)

ANA PAULA COSTA – Técnica de Radiologia na SUB de Castro Verde – Mestrado em Psicologia da Saúde – Docente convidada da Escola Superior de Saúde Ribeiro Sanches na área da radiologia forense

JOSÉ PEDRO OLIVEIRA – Psicólogo – Presidente da Comissão para a Dissuasão da Toxicodependência de Beja

MARIANA AIVECA – Deputada do Bloco de Esquerda

Convidados

Conselho Distrital de Beja da Ordem dos Médicos – Sindicato dos Enfermeiros Escola Superior de Saúde do IP Beja – INEM – Bombeiros Voluntários de Beja Cruz Vermelha – Conselho de Administração da ULSBA – Autarquias do Distrito Movimento “Por Beja com Todos” – Movimento de Utentes dos Serviços Públicos Sindicatos – Movimentos cívicos - Profissionais de saúde e utentes do SNS

 

 
Manifestação por melhores Acessibilidades no Baixo Alentejo
29-Jan-2015
ip28.jpg

 

A Coordenadora Distrital do BE apoia ativamente a Marcha pelo IP8, IP2 e estradas regionais, convocada pela CIMBAL e outras entidades regionais para 30 de Janeiro, com concentração em Beja às 11 horas.

O Bloco de Esquerda considera que esta jornada deve incluir a luta pela eletrificação da linha ferroviária Casa Branca – Funcheira que esteve na origem do levantamento cívico “Beja Merece”. O comboio é peça essencial da rede de acessibilidades regionais que integre e dê escala ao Aeroporto de Beja. 

Curiosamente, na véspera da realização desta manifestação, a EP - Estradas de Portugal - veio noticiar um investimento de 29,6 milhões de euros nas estradas do dsitrito de Beja nos próximos cinco anos, sem esclarecer quando começam as obras. Um anúncio muito conveniente em ano de eleições...

Mais um motivo para dar força à mobilização!

 
GRÉCIA - Syriza à beira da maioria absoluta
28-Jan-2015
esperanca.jpg
Esperança da Europa

contra a austeridade

 

  A Coordenadora Distrital de Beja emitiu em 26 de Janeiro um comunicado  saudando a vitória do SYRIZA nas legislativas. O novo governo tomou posse hoje. O povo grego iniciou uma nova fase da sua riquíssima e antiga História.

1. A Coordenadora Distrital de Beja do Bloco de Esquerda saúda a magnífica vitória do povo grego contra a austeridade e a chantagem da Europa da finança, personificada pela arrogância da chanceler alemã Merkel. A vitória expressiva do Syriza é a base segura da formação de um governo de esquerda, hoje mesmo formado para romper com a austeridade, iniciar a recuperação do Estado social e do poder de compra dos trabalhadores e das camadas da população atiradas para a miséria.

Esta grande vitória da Grécia, berço da democracia europeia infligiu uma derrota esmagadora dos partidos do “rotativismo ao centro” – Nova Democracia e PASOK – que, durante décadas, atolaram o país na crise e na corrupção e acabaram por se entregar nas mãos da troika. E é a prova viva de que HÁ ALTERNATIVAS políticas à austeridade imposta pelos capatazes de Bruxelas e do FMI, na Grécia e em Portugal. É, também por isso, uma bandeira de esperança para todos os povos da Europa.

2. No mesmo sentido, a CAMPANHA CONTRA A AUSTERIDADE lançada pelo Bloco de Esquerda inclui uma Petição pela desvinculação de Portugal do Tratado Orçamental que pretende recolher pelo menos 35 mil assinaturas para levar o tema à discussão em plenário da Assembleia da República. Esta campanha já está no terreno e trará ao distrito de Beja, no mês de Março, dirigentes nacionais e deputados do Bloco.

26 de Janeiro de 2015

A Coordenadora Distrital de Beja do Bloco de Esquerda

 
Destaques
VIII Convenção 
  Debate Aberto
Novo cartaz do Bloco
Campanhas

Cortem na Divida não nos Salários

Privatização é o fim da linha 

 

Novo folheto dos Jovens do Bloco
Publicações
Jornal gratuito - Ler em pdf
Revista Vírus n1
Plataformas
Site Esquerda
Vídeos do Bloco
© 2017 Site Distrital de Beja - Bloco de Esquerda
Joomla! is Free Software released under the GNU/GPL License.